(Foto: Divulgação/Alep)
ad

[dropcap color=”#1e73be”]O[/dropcap] ex-secretário de Assuntos Estratégicos do Governo do Paraná, Edson Casagrande, se apresentou na sede do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em Curitiba, na tarde de quinta-feira (13). Casagrande, até então considerado foragido pelo Ministério Público (MP), está entre os 15 investigados que tiveram mandados de prisão expedidos durante na Operação Rádio Patrulha, deflagrada na última terça-feira (11).

A operação, que investiga também o ex-governador Beto Richa, sua esposa, Fernanda Richa, e seu irmão, Pepe Richa, apura o pagamento de propina e o superfaturamento de contratos para a manutenção e recuperação de estradas rurais durante o programa Patrulha no Campo.

O ex-secretário havia sido considerado foragido pelo MP ainda na quinta-feira, assim como Joel Malucelli, que está de férias fora do país. A assessoria de Malucelli informou que o empresário antecipou o retorno para o Brasil, previsto para o dia 24 de setembro.

Portal Guaíra com informações da Rede Massa


CLINICA SALUTAR