ad

O Governo do Paraná coloca à disposição da população mais uma ferramenta tecnológica de fiscalização da condução das obras públicas. A Paraná Edificações, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, instalou neste ano o sistema de QR Code nas placas de obras realizadas pelo Estado. A novidade foi anunciada na terça-feira (11) pelo diretor-presidente da instituição, Lucas Pigatto, durante reunião do secretariado, no Palácio Iguaçu, com o vice-governador Darci Piana.

O sistema – um código de barras que pode ser escaneado por telefones celulares equipados com câmera – facilita o acesso do cidadão às informações sobre a obra disponibilizadas nas placas. Entre as informações estão detalhes do contrato de execução, valor, prazo de entrega, a qual secretaria a obra está vinculada e o nome da construtora responsável. “Buscamos usar cada vez mais a tecnologia a favor do Estado, como forma de ajudar as pessoas. Trabalhamos para ser um Estado inovador de fato”, afirmou o vice-governador.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Lucas Pigatto informou que a inovação funciona atualmente em caráter de teste nas placas de construções da área de Segurança Pública, como delegacias e presídios. A intenção é que o mecanismo atenda todas as obras administradas públicas do Estado após a fase de ajustes finais e homologação do serviço.

“Com uma ferramenta simples, disponível em qualquer telefone celular, conseguimos aumentar a transparência para o cidadão. Ele consegue saber passo a passo o andamento de cada obra”, destacou Pigatto. “Tudo na mão do cidadão paranaense”, afirmou o diretor-presidente.

BALANÇO – Pigatto fez também um balanço da atuação da Paraná Edificações em 2019. A instituição é responsável por planejar, coordenar e executar projetos, obras e serviços de engenharia de edificações, de interesse da administração pública estadual, centrada no desenvolvimento sustentável.

Ele destacou que foram 79 obras concluídas no ano passado, totalizando R$ 32 milhões em investimentos. Outros oito projetos executados, no valor de R$ 1,1 milhão, e realizados 95 convênios, somando R$ 49,3 milhões.

Para 2020, ressaltou o diretor-presidente, a Paraná Edificações mantém 238 processos em andamento, entre obras, convênios e projetos. Somados, eles representam aproximadamente R$ 477 milhões. “São obras especialmente nas áreas de segurança, saúde, esportes. Destaque para entrega de hospitais, como o de Ibiporã e Guarapuava?” explicou Pigatto.

Portal Portal Guaíra com informações da AEN