Ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho

ad

[dropcap color=”#1e73be”]O[/dropcap] ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho já protocolou a apelação ao julgamento no qual foi condenado em fevereiro por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar. No recurso, a defesa pediu uma atenuação da pena a que foi condenado pela morte de dois jovens em um acidente de trânsito em 2009. Ele foi condenado a 9 anos e 4 meses de prisão.

Na apelação, a defesa de Carli não discute os fundamentos da condenação. . O Ministério Público tem prazo de 15 dias para apresentar as contrarrazões.

Os jurados condenaram o ex-deputado em 28 de fevereiro deste ano, por duplo homicídio com dolo eventual, no Tribunal do Júri, em Curitiba. A pena calculada pelo juiz Daniel Avelar foi de nove anos e quatro meses de prisão em regime fechado. Apesar da condenação, Carli ainda não será preso, porque pode recorrer em liberdade.

A decisão foi tomada pelo Conselho de Sentença do Tribunal do Júri foi formado por sete pessoas da sociedade civil, escolhidas por sorteio em um grupo de 25, previamente convocadas pela Justiça. O ´placar` de votação ainda não foi informado.

Portal Guaíra com informações do Bem Paraná


ad