Presidente Ademar Traiano assina o Termo de Posse na Assembleia Legislativa. / Foto: Sandro Nascimento/Alep
Presidente Ademar Traiano assina o Termo de Posse na Assembleia Legislativa. / Foto: Sandro Nascimento/Alep
Presidente Ademar Traiano assina o Termo de Posse na Assembleia Legislativa. / Foto: Sandro Nascimento/Alep

Os integrantes da Mesa Executiva da Assembleia Legislativa, órgão colegiado que dirigirá os trabalhos legislativos e administrativos do Poder Legislativo estadual nos próximos dois anos, foram eleitos durante a segunda sessão preparatória realizada no domingo (1º), logo depois da posse dos deputados estaduais membros da 18ª Legislatura, instalada na ocasião.

A chapa “Parlamento Forte” – liderada pelo deputado Ademar Traiano (PSDB), como candidato à Presidência, única inscrita para o pleito, foi aprovada com 51 votos favoráveis, havendo ainda duas abstenções. Somente o deputado Nelson Justus (DEM), na qualidade de presidente da sessão, não votou.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Plauto Miró Guimarães (DEM) foi novamente eleito para responder pela 1ª Secretaria da Casa, enquanto Ademir Bier (PMDB) também foi reconduzido para a 2ª Secretaria. Os demais membros da Mesa Executiva para o biênio que inicia são os seguintes: Jonas Guimarães (PMDB), 1º vice-presidente; André Bueno (PDT), 2º vice-presidente; Gilberto Ribeiro (PSB), 3º vice-presidente; Adelino Ribeiro (PSL), 3º secretário; José Carlos Schiavinato (PP), 4º secretário; e Ney Leprevost (PSD), 5º secretário.

Proclamada eleita a Mesa pelo deputado Nelson Justus (DEM), que presidia a sessão até aquele momento, os eleitos assinaram o termo de posse, com Ademar Traiano assumindo a Presidência, assim como os secretários Plauto Miró e Ademir Bier passaram a ocupar as respectivas cadeiras à Mesa diretora dos trabalhos.

O novo presidente fez então o seu primeiro pronunciamento como chefe do Poder Legislativo estadual, destacando especialmente que pretende investir em novos canais de acesso à informação por parte do cidadão, ampliando cada vez mais a transparência das ações da Assembleia, valorizando seus servidores e dedicando tratamento respeitoso aos deputados.

Traiano sinalizou também que pretende realizar uma administração que buscará a união e o fortalecimento da Casa. “Todos serão reconhecidos e prestigiados pelo trabalho que desempenharão – nas comissões, no Plenário, nos cargos de direção e na atuação política”, sublinhou.

O deputado concluiu a sua manifestação assegurando que todos os paranaenses podem contar com seu empenho, dedicação e senso de Justiça “para que todos possamos ter orgulho da nossa Assembleia Legislativa”.

Pouco antes do encerramento dos trabalhos o presidente Traiano convocou seus pares para a sessão plenária a ser realizada nesta segunda-feira (2), no horário regimental das 14h30, para cumprimento do disposto no inciso X do art. 87 da Constituição Estadual, quando o governador do Estado, Beto Richa, apresentará a mensagem e o seu plano de Governo, expondo a situação do Estado.

Novo presidente

Ademar Luiz Traiano nasceu em Francisco Beltrão, no Sudoeste do Paraná, no dia 3 de janeiro de 1953. É formado em Direito e inicia agora o seu sétimo mandato como deputado estadual.

Traiano começou na vida pública e política em 1982, como vereador e presidente da Câmara Municipal de Santo Antônio do Sudoeste, município onde possui uma fábrica têxtil. Foi vereador de 1983 a 1986, quando, ao final do mandato, elegeu-se o primeiro prefeito do município depois da abertura política em 1985, administrando a cidade até 1988. Em seguida, ele foi presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (AMSOP).

Ademar Traiano elegeu-se deputado estadual pela primeira vez para a legislatura de 1991 a 1994. Logo no início do primeiro mandato na Assembleia foi escolhido para ocupar a 2ª Secretaria da Mesa Executiva da Casa, assumindo, também, a 1ª Secretaria, na mesma legislatura, com o afastamento do então deputado João Batista de Arruda, que foi eleito prefeito de Francisco Beltrão.

Em 1997 Traiano voltou a ocupar uma cadeira de deputado estadual na Assembleia, como primeiro suplente. Neste período ele foi membro de diversas comissões permanentes da Casa, chegando a presidir a Comissão de Defesa do Consumidor. Foi novamente eleito em 1998, pelo PTB, para o período compreendido entre1999 e 2002.

Pela quarta vez, em 2002, Traiano foi reeleito deputado estadual pelo PSDB. Neste período, além de ocupar a liderança do partido, Traiano integrou as comissões de Constituição e Justiça; de Finanças; Orçamento; Segurança Pública; Turismo; Assuntos do Mercosul e a Comissão de Redação.

Reeleito para o quinto mandato na Assembleia, entre 2007 e 2010 o deputado integrou a Comissão de Orçamento; de Tomada de Contas; de Educação; da Cultura; de Esportes; de Ciência e Tecnologia; e da Comissão de Fiscalização da Assembléia Legislativa e Assuntos Municipais. Além disso, participou da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e foi presidente do Conselho de Ética do PSDB.

Em 2010 foi reeleito para o seu sexto mandato. Foi então escolhido pelo governador Beto Richa como líder do Governo na Assembleia Legislativa. Participou ativamente da equipe de transição entre os governos passado e atual.

Eleito em 2014 para o sétimo mandato no Legislativo estadual, o novo presidente da Assembleia obteve 69.740 votos nas últimas eleições.

Deputados membros da Mesa: Ney Leprevost, Adelino Ribeiro, Ademir Bier, Plauto Miró, Ademar Traiano, Jonas Guimarães, André Bueno, Gilberto Ribeiro e Schiavinato (da esquerda para a direita). / Foto: Sandro Nascimento/Alep
Deputados membros da Mesa: Ney Leprevost, Adelino Ribeiro, Ademir Bier, Plauto Miró, Ademar Traiano, Jonas Guimarães, André Bueno, Gilberto Ribeiro e Schiavinato (da esquerda para a direita). / Foto: Sandro Nascimento/Alep

Portal Guaíra com informações da ALEP