O corpo de criança recém-nascida foi encontrado dentro de um lixo do hospital de Janiópolis, no noroeste do Paraná, na segunda-feira (23). Segundo a Polícia Civil, uma jovem de 23 anos foi identificada como responsável pela ação e presa por suspeita de infanticídio.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Mônica Regina de Souza, no domingo (22), durante a limpeza do banheiro do hospital, uma funcionária encontrou muito sangue no chão, e ao retirar o lixo percebeu que o saco estava um pouco pesado. Mas, não olhou para ver o que era.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na segunda-feira, por volta das 7h, essa mesma funcionária resolveu abrir o lixo e encontrou o corpo do recém-nascido, ainda conforme a secretária de Saúde.
A Polícia Civil foi chamada e, durante uma análise de prontuários de pessoas que foram atendidas no domingo, identificaram uma jovem de 23 anos que recusou atendimento.

Essa mulher foi localizada e levada à Polícia Civil de Campo Mourão, no centro-oeste do Paraná, e levada para prestar depoimento.

Investigação
O delegado Nilson Rodrigues, de Campo Mourão, disse que a jovem foi presa em flagrante por infanticídio. Esse crime tem pena que pode variar de 2 a 6 anos de prisão. No entanto, nesta terça-feira (24), ela está internada no hospital.

O delegado afirmou que a jovem vai responder por esse crime, pois não se sabe se a criança nasceu morta ou se estava viva. O laudo médico do Instituto Médico-Legal (IML) deve revelar essa informação.

Em depoimento, a mulher não disse se estava tomando algum remédio abortivo e nem quem seria o pai da criança.

O delegado Nilson Rodrigues detalhou que a jovem estava de 37 semanas de gestação.

Portal Guaíra com informações do G1