(Foto: Feliphe Aires/PMPR)

As provas do concurso público da Polícia Militar do Paraná (PM-PR), que estavam previstas para ocorrer em 28 de março, foram adiadas, segundo o Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR).

O adiamento foi anunciado na quinta-feira (25) e uma nova data deve ser anunciada, ainda sem previsão.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Segundo o núcleo, a mudança no concurso da PM foi definida para que não coincidisse com a data da primeira fase do vestibular 2020/2021 da universidade, transferida para março.

As provas do vestibular foram modificadas após a troca da coordenação do Núcleo de Concursos, que ocorreu no domingo (21), devido à suspensão do concurso público da Polícia Civil horas antes da aplicação das provas.

O concurso da PM-PR prevê a contratação de 2,4 mil policiais e bombeiros. De acordo com a organização, foram 155,7 mil inscritos, sendo 137.377 para soldado e 18.324 para bombeiro militar.

O edital inicial previa a realização da prova em junho de 2020. No entanto, a data havia sido remarcada para 28 de março deste ano, por causa da pandemia do novo coronavírus.

O que prevê o edital
Segundo o edital do concurso público da PM, das 2,4 mil vagas ofertadas, 2 mil são para policial militar e 400 para bombeiro. Veja, abaixo, a distribuição prevista para as vagas:

Policial militar
– Curitiba: 890 vagas
– Londrina: 270 vagas
– Maringá: 290 vagas
– Ponta Grossa: 305 vagas
– Cascavel: 245 vagas

Bombeiro militar
– Curitiba: 100 vagas
– Londrina: 200 vagas
– Cascavel: 100 vagas

Além da prova de conhecimentos, o concurso também prevê exame de capacidade física, exame de sanidade física, avaliação psicológica e investigação social.

Em caso de aprovação, o candidato ainda deve passar pelo curso de formação da PM-PR, período em que receberá bolsa-auxílio de R$ 1.933,63. Após a formação, o aluno será promovido a soldado de primeira classe, com salário inicial de R$ 4.263,67.

Portal Guaíra com informações do G1