Um casal que estava sendo investigado por estupro de vulnerável contra uma criança de 5 anos foi preso preventivamente na sexta-feira (25). Os mandados de busca e apreensão, além do de prisão, foram cumpridos em Chopinzinho, no sudoeste do Paraná.

De acordo com a Polícia Civil, a menina foi violentada pelo padrasto, de 25 anos, com consentimento da própria mãe, de 19 anos. O relatório feito por meio de escuta especializada afirmou que o crime aconteceu mais de uma vez e que a mãe, embriagada, era quem despia a criança para que o padrasto a abusasse.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

As investigações também apontaram que o casal já possui antecedentes criminais, sendo um inquérito policial, ainda em trâmite, que apura uma denúncia de maus-tratos contra a filha deles, de apenas dois meses. Essa situação começou a ser investigada depois que o homem foi preso em flagrante por resistência, danificar o camburão de uma viatura da Polícia Militar e ameaçar os policiais, dizendo que fazia parte de uma organização criminosa e que o “Comando” iria cobrá-los pela ação.

Depois de serem presos pelo crime de estupro de vulnerável, os suspeitos foram levados à Cadeia Pública de Pato Branco, na mesma região do estado.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais