(Foto: Geraldo Bubniak)
ad

[dropcap color=”#dd9933″]A [/dropcap]sentença vai de nove anos e quatro meses de prisão para sete anos, quatro meses e 20 dias em regime semiaberto. A diminuição foi definida em dezembro, mas estava pendente de redação final.

Carli Filho foi condenado por júri popular em fevereiro do ano passado. Ele responde por duplo homicídio com dolo eventual pelas mortes de Gilmar Rafael de Souza Yared e Carlos Murilo de Almeida em um acidente de trânsito, em 2009. Ele estava com a carteira de habilitação suspensa por multas e havia ingerido bebida alcoólica.

Desde a condenação, o ex-deputado aguarda em liberdade. Com a nova decisão, Carli teria direito a passar o dia fora e dormir em uma unidade prisional, mas o departamento penitenciário do Paraná informou que devido ao número de pessoas à espera no regime semiaberto ser maior do que as vagas disponíveis, o político deve cumprir a pena com o uso de tornozeleira eletrônica.

Portal Guaíra com informações da Catve


CLINICA SALUTAR