(Foto: Lucian Pichetti/Rede Massa)

Um caminhoneiro viveu horas de terror nas mãos de criminosos, que fizeram a vítima refém para roubar uma carga de carne, na tarde desta segunda-feira (17), em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba. Após ser abordado, o grupo trocou tiros com as equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e um acabou morto. Dois foram presos, entre eles, uma mulher. Na ação, nenhum policial ficou ferido.

Segundo a vítima, que saiu da cidade de Cruzeiro do Oeste, no domingo (16), o bando anunciou o assalto e começou a dar voltas com o caminhão enquanto ele era colocado na parte traseira do veículo. Após três horas, já no bairro Santa Felicidade, em Curitiba, a vítima foi abandonada pelos suspeitos que fugiram com o caminhão pra uma chácara, a cerca de 15 quilômetros do centro de Fazenda Rio Grande.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Enquanto o grupo comemorava o roubo, a empresa responsável pela carga de 6 mil quilos de carne, avaliada em mais de R$ 100 mil, repassou as coordenadas à polícia que descobriu a localização dos suspeitos, na zona rural do município. Na chegada da viatura, houve resistência por parte dos criminosos, que dispararam contra as equipes e um foi baleado e morto no revide.

Uma mulher, que faria parte do grupo, foi presa junto com outro rapaz. Eles estavam na propriedade com dois carros, um Renault Kwid e um Chevrolet Celta, que possivelmente seriam os veículos usados para fugir com a carga. Outros dois suspeitos, que estariam armados, conseguiram fugir. Um cerco foi montado na região para tentar capturar os envolvidos.

O corpo do suspeito morto, que não teve a identidade divulgada, foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba. A polícia investiga a quadrilha.

Portal Guaíra com informações do Massa News