Uma mulher de 39 anos foi morta no sábado (11) pelo ex-marido, em Ibaiti. Segundo familiares, o crime ocorreu após uma discussão entre os dois. Na hora da morte, o ex, de 44 anos, estava na casa dela.

O suspeito esfaqueou a ex-esposa ao menos 15 vezes. Ela chegou a ser socorrida por familiares, que acionaram o Samu. Ela foi levada ao hospital, mas não resistiu e morreu.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ele foi preso por um genro e depois entregue à um policial militar que estava de folga e ajudou na ação. Ele foi levado para a Delegacia.

A faca usada no crime foi apreendida. Segundo relatos de familiares, a vítima já tinha registrado três Boletins de Ocorrência contra o ex-marido por ameaça. Mas como não representou o crime, o homem continuava solto. Ela também tinha pedido uma Medida Protetiva. Em maio deste ano, ela pediu revogação da medida, o que autorizou o ex-marido a se aproximar dela.

Orientações
A Polícia Civil orienta as mulheres e qualquer vítima de relacionamento abusivo a denunciar. Para isso, é necessário registrar um Boletins de Ocorrência e levar adiante, pois, muitas vezes o crime ocorre em situações de vulnerabilidade das vítimas que por alguma razão desistiu de prosseguir com qualquer procedimento. Lembre-se, uma vez que ocorra qualquer prejuízo à saúde física, mental, financeira, sexual ou moral, já é indício de que o relacionamento corre risco e deve-se procurar ajuda.

Portal Guaíra com informações da Tarobá