[dropcap color=”#dd9933″]O[/dropcap] ex-governador do Paraná, Beto Richa, seu irmão, Pepe Richa, e outras 11 pessoas se tornaram réus da Operação Rádio Patrulha. Na terça-feira (30), o juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, aceitou a denúncia do Ministério Público do Paraná.

A operação investiga fraudes e pagamentos de propinas envolvendo o Governo do Estado do Paraná, a partir do ano de 2011, relacionadas ao programa “Patrulha do Campo”. A denúncia do Ministério Público do Paraná foi realizada no dia 25 de setembro.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com o documento de recebimento da denúncia, Carlos Alberto Richa, José Richa Filho, Deonilson Roldo, Ezequias Moreira Rodrigues e Aldair Wanderlei Petry foram denunciados por corrupção passiva; Edson Luiz Casagrande e Tulio Marcelo Dening Bandeira pela prática de corrupção ativa; Emerson Savanhago e Robison Savanhago por fraude à licitação; Luiz Abi Antoun por corrupção passiva; e Celso Antônio Frare, Joel Malucelli e André Felipe Dening Bandeira por corrupção ativa.

Portal Guaíra com informações do Massa News