O delegado Fabiano Bordignon destacou ainda a atuação da PF nas operações Pecúlio e Hammer-on (Foto: Zito Terres/RPC)

[dropcap color=”#dd3333″]A [/dropcap]Polícia Federal apreendeu 65 toneladas de maconha no Paraná em 2017. Segundo o balanço divulgado nesta quinta-feira (8), 80% das apreensões da droga no estado foram feitas na área de fronteira entre Foz do Iguaçu, Cascavel e Guaíra, somando 52 toneladas.

O volume representa ainda 15% das 353 toneladas de maconha tirada de circulação pela PF no país.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Durante as ações de repressão ao tráfico de drogas na região de Foz do Iguaçu em 2017, os policiais apreenderam ainda 527 kg de cocaína e 16 mil comprimidos e frascos de medicamentos contrabandeados do Paraguai.

De acordo com o delegado Fabiano Bordignon, a PF também atua em conjunto com a polícia paraguaia na identificação e destruição de plantações de maconha no país vizinho.

Entre 2014 e 2017, as duas forças policiais destruíram mais de 3,1 mil hectares de plantações de maconha, o equivalente a 9,5 mil toneladas da droga.

O levantamento mostra ainda que foram apreendidas 171 pistolas, 11 fuzis, 29 revólveres, quatro rifles, 26 espingardas e 26.160 cartuchos de munição.

O delegado destacou ainda a atuação da PF nas operações Pecúlio – iniciada em 2016 e que investiga um suposto esquema de fraude em licitações na Prefeitura e na Câmara de vereadores de Foz do Iguaçu – e Hammer-on – que apura a ação de uma quadrilha especializada na evasão de divisas e lavagem de dinheiro e que movimentou cerca de R$ 6 bilhões entre 2012 e 2016.

As informações são do G1