Assembleia no Paraná terminou no início da noite desta segunda (Foto: Reprodução RPC TV)
Assembleia no Paraná terminou no início da noite desta segunda (Foto: Reprodução RPC TV)
Assembleia no Paraná terminou no início da
noite desta segunda (Foto: Reprodução RPC TV)

Os bancários decidiram, na segunda-feira (6), pôr fim à greve da categoria, que começou no dia 30 de setembro. De acordo com o sindicato que representa a categoria, os bancários que atuam em instituições privadas e na Caixa Econômica Federal aceitaram a proposta feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), de reajuste salarial. Com isso, agências da região voltaram a atender ainda no dia de ontem e as demais devem voltar a funcionar normalmente nesta terça-feira (7).

A categoria pedia aumento salarial de 12,5% e o pagamento de participação nos lucros e resultados das empresas, no valor de três salários mínimos da categoria e mais R$ 6.247,00. Os bancários querem o pagamento de vale-alimentação, vale-transporte e vale-refeição, melhores condições de trabalho e garantia de emprego.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Conforme a Fenaban ficou definido que os trabalhadores receberão reajuste salarial de 8,5% e o piso inicial da categoria será reajustado em 9%. Com isso, o salário inicial passa de R$ 1.500 para R$ 1.638. A proposta ainda inclui um aumento de 12,2% no vale-refeição (passa de R$ 23,18 para R$ 26 por dia) e no vale-alimentação, o valor deste benefício passa de R$ 397,36 para R$ 431,16. O aumento de todos os valores será retroativo a setembro.

Pela manhã, a greve também foi encerrada nas regiões norte e noroeste do Paraná. De acordo com os sindicatos regionais, as agências de cidades como Londrina, Maringá e Cianorte voltaram às atividades por volta das 12h. Em Cascavel e região, o sindicato decidiu encerrar a greve em assembleia realizada também na tarde de segunda-feira.

Fonte: G1