ad

MILHO PARANA 3Agricultores paranaenses estão cultivando a safra de verão de milho no estado. Até agora, os produtores já plantaram mais de 50% da área prevista, que é de 440.220 hectares.

Em Clevelândia, na região sudoeste do estado, o produtor Kiko Pagliosa vai plantar 50 hectares.

O agricultor deve diminuir a área em relação aos outros anos. “O mais importante é que a cultura não seja abandonada. Principalmente para rotação de culturas. Economicamente esperamos que se mantenha esse preço mais alto dos últimos dias, e que consiga subir ainda mais”, diz.

O cálculo feito pelos produtores não é nada favorável à cultura. Em média, um hectare custa R$ 2.600. Enquanto que o investimento na mesma área de soja é de aproximadamente R$ 1.200. Quando a análise é sobre o lucro, a soja também tem levado vantagem.

MILHO PARANA 2Apesar dessa falta de otimismo dos agricultores com o milho, o mercado vem dando sinais de que no final das contas este pode ter ser um bom negócio. O preço tem subido. Segundo os analistas, dois motivos estimulam a alta do valor do grão.

Desmotivados, produtores reduziram ou até deixaram de plantar. Essa safra de verão no Paraná deve ter a menor área de milho desde os registros históricos do Departamento de Economia Rural (Deral), que começaram em 1977. A estimativa é de uma redução de 18% em relação à área e à produção. Além disso, o dólar valorizado tem sido outro fator favorável para alavancar essa commodity.

Para Alberto Santin, se o cenário continuar do jeito que está, quem arriscou pode ganhar dinheiro. “A gente percebe que na medida que o dólar vai subindo, automaticamente, o preço do milho vai junto porque o grão está sendo exportado. Apesar de nós termos uma grande produção interna, o milho está sendo escoado e com vontade”, finaliza.

MILHO PARANA

 

 

Portal Guaíra com informações G1