A polícia do Paraguai realizou uma operação perigosa na fronteira no início da tarde de sábado (28), por volta das 12h30.

Agentes da “SENAD” realizavam uma investigação, a “paisana”, sobre um suposto carregamento de drogas em uma residência, localizada na cidade de Pedro Juan Caballeiro, quando saiu um rapaz, Aníbal Ramon Frutos Zaracho, da residência com um “instrumento” não identificado na mão.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No momento em que entrava na caminhoneta Toyota/Hilux de cor branca, o suspeito foi abordado pelos agentes, todos armados. Diante da abordagem, Aníbal teria ficado com medo – achando que seriam pistoleiros – e fugiu, dando início a um acompanhamento tático, seguido por vários disparos em direção a caminhonete.

Alguns disparos, 9 no total, acertaram a Hilux que parou cinco quadras do local da abordagem, e a polícia conseguiu prender o rapaz. Porém, na caminhonete foi encontrado apenas um violão, não havia drogas e nem armas.

O chefe da SENAD se pronunciou sobre o procedimento dos policiais, reconhecendo que foi errado e esta disposto a assumir todas as consequências.

POLICIAIS-DA-SENAD-ATIRAM-EM-CAMINHONETE8

POLICIAIS-DA-SENAD-ATIRAM-EM-CAMINHONETE

POLICIAIS-DA-SENAD-ATIRAM-EM-CAMINHONETE2

POLICIAIS-DA-SENAD-ATIRAM-EM-CAMINHONETE3

POLICIAIS-DA-SENAD-ATIRAM-EM-CAMINHONETE4

POLICIAIS-DA-SENAD-ATIRAM-EM-CAMINHONETE5

POLICIAIS-DA-SENAD-ATIRAM-EM-CAMINHONETE6

POLICIAIS-DA-SENAD-ATIRAM-EM-CAMINHONETE7

Portal Guaíra com informações de Conesul News
Fotos: Pedro Juan News/Rádio Amambay 570