Rosendo Duarte/ABC Color

ad

[dropcap color=”#dd3333″]A[/dropcap]pós uma investigação da Unidade de Informações Sensíveis (SIU) do Senad, eles executaram cinco ataques simultâneos em diferentes pontos de Salto del Guairá após uma megacoestrutura narco. Há oito detidos, incluindo um assistente fiscal.

Conforme relatado pela Senad, os promotores Hugo Volpe, Carlos Alarcon, Elva Cáceres, Alicia Saprisa e Marcelo Pecci lideraram o processo, que por enquanto produziram um resultado de pelo menos oito detidos, incluindo três cabeças da organização e um assistente fiscal comprometido com a estrutura.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Além disso, quase 16 toneladas de maconha, dez veículos e armas de fogo de grande calibre foram apreendidos, entre outras evidências.

O assistente fiscal detido foi identificado como Wilson Gauto Aquino, além do ex-suboficial da Marinha Jorge Daniel Zorrilla, Flavio Giménez e Flavio Junior Giménez . Segundo os dados antidrogas, seria uma organização criminosa dedicada ao envio de toneladas de maconha para o Brasil, usando lanchas para atravessar os esconderijos do outro lado do rio.

Um dos ataques foi realizado a metros da alfândega de Salto del Guairá, no bairro da Flórida.

Portal Guaíra com informações do ABC Color