Plantão-PolicialUma fazenda em Tacuatí, no Paraguai, foi invadida no último sábado (17) pelo grupo Exército do Povo Paraguaio e, após o ataque violento, cinco pessoas foram mortas. A propriedade pertence ao fazendeiro brasileiro Renato Rezende Barbosa. Segundo a polícia, o ataque ocorreu no início da noite quando o capataz da fazenda, seu chefe de segurança e outros quatro guardas foram cercados e rendidos por homens armados e vestidos com uniforme camuflado.

Os criminosos liberaram o capataz e levaram os guardas a uma área de floresta, onde foram encontrados os corpos dos quatro seguranças. O local foi descoberto após denúncia do capataz à polícia, que foi à fazenda e trocou tiros com os guerrilheiros. Um policial foi baleado. No domingo (18) foi encontrado o quinto cadáver dos seguranças mortos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O ministro do Interior paraguaio, Francisco de Vargas, declarou alerta máximo na região e disse que é necessário estratégia para combater o Exército do Povo Paraguaio.

Fonte: CampoGrandeNews/Educadora