Paulo Rodrigues fazia trabalho extra como taxista quando foi ferido

No sábado (13), Paulo Rodrigues, 41 anos, guairense e servidor da Prefeitura Municipal de Guaíra, acabou sendo ferido com uma arma branca (faca), após um assalto na cidade paraguaia de Salto del Guairá.

Segundo informações apuradas pelo Portal Guaíra, Paulo estaria fazendo um trabalho extra como taxista para o seu tio. Em uma das corridas até o Paraguai, possivelmente dois bandidos teriam seguido como passageiros. Mas em terras paraguaias acabaram anunciando o assalto e ferido o trabalhador com cerca de 5 facadas no pescoço e tórax.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Não se sabe ainda em que circunstâncias o assalto se deu, tampouco porque o motorista do táxi foi ferido, mas a polícia paraguaia pressupõe que a vítima possa ter reagido e, consequentemente, levado as estocadas.

Inicialmente Paulo Rodrigues foi levado para atendimento médico no Hospital Regional de Salto del Guairá. Na sequencia encaminhado a Unidade Central de Saúde, em Guaíra, onde após socorrido pela equipe de plantão – foram colocados dois drenos no tórax -, ele foi levado ao Hospital Bom Jesus em Toledo.

Até a publicação desta notícia, o estado de saúde de Paulo era estável, porém, grave.

O veículo VW/SpaceFox, não foi levado pelos bandidos e ainda se encontra no Paraguai.

Redação Portal Guaíra