[dropcap color=”#dd9933″]O[/dropcap] comando da Polícia Nacional do Paraguai em Ciudad Del Este seguia de carro para uma reunião da coordenação da visita do Papa quando foi interceptado pelos marginais na região de Mingua Guaçu a 17 quilômetros da fronteira com Foz do Iguaçu.

Para sorte dos comandantes o carro em que eles estavam era blindado, depois do ataque houve uma intensa troca de tiros e os quatro homens que iniciaram o ataque acabaram morrendo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Dois policiais que deram apoio a ação, ficaram feridos com estilhaços de bombas.

Logo depois do atentado, o comandante geral da Polícia Nacional em Ciudad Del Este, Dario Aguayo, disse que os marginais podem ter confundido o carro deles com de empresários e estariam atrás de dinheiro mas depois de confirmar a identidade dos envolvidos, ficou mais forte a suspeita de um atentado.

Os quatro mortos faziam parte de uma quadrilha que envolve brasileiros e paraguaios que vem usando violência na fronteira para roubar bancos, caixas eletrônicos e carros fortes.

O que chamou a atenção também foi o equipamento usado pelos bandidos que trajavam disfarce de policiais.

Os mortos foram identificados como Rosalino Quintana Villaverde, Jose Antonio Bernal Figari, Ramon Benitez e Luis Alberto Cubilla.

Além da polícia o Ministério Público do Paraguai também investiga o caso.

PARAGUAI-COMANDO-DA-POLICIA-NACIONAL-SOFRE-ATENTADO

PARAGUAI-COMANDO-DA-POLICIA-NACIONAL-SOFRE-ATENTADO-2

PARAGUAI-COMANDO-DA-POLICIA-NACIONAL-SOFRE-ATENTADO-3

PARAGUAI-COMANDO-DA-POLICIA-NACIONAL-SOFRE-ATENTADO-4

Portal Guaíra com informações da Catve
Fotos: Paraguai News