ad

Pelo menos três pessoas morreram na queda de um helicóptero na noite de sábado (2) na província de Chaco, no Paraguai, e no qual se suspeita que viajava o candidato presidencial Lino Oviedo, segundo informaram as agências de notícias Efe e France Presse e os jornais locais.

O general reformado e líder do partido Unace, que viveu no Brasil por quatro anos em exílio, embarcou na noite de sábado no helicóptero para voltar a Assunção após participar de um comício na cidade de Concepción, mas a aeronave perdeu contato com a torre de controle poucas horas depois.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Membros do Serviço de Busca e Resgate, compostos por homens da Força Aérea e do Corpo de Bombeiros Voluntários, localizaram um helicóptero acidentado na cidade de Presidente Hayes com os corpos carbonizados de três pessoas.

Segundo a agência de notícias oficial do Paraguai, morreram também o piloto da aeronave, Delmás, e o guarda-costas do político, Denis Galeano.

Imagem do dia 13 de janeiro mostra o candidato paraguaio Lino Oviedo durante campanha presidencial em Luque (Foto: Norberto Duarte)
Imagem do dia 13 de janeiro mostra o candidato paraguaio Lino Oviedo durante campanha presidencial em Luque (Foto: Norberto Duarte)
Helicóptero que viaja o candidato a presidente do Paraguai, Lino Oviedo
Helicóptero que viaja o candidato a presidente do Paraguai, Lino Oviedo
Destroços do helicóptero que vitimou Lino Oviedo (foto: ABC do Paraguai)
Destroços do helicóptero que vitimou Lino Oviedo (foto: ABC Color)

Fonte: G1