Jovelso Ramalho de Jesus 31 anos, foi condenado a 14 anos de prisão (foto: La Jornada)

ad

O brasileiro, Jovelso Ramalho De Jesus, 31 anos de idade, foi condenado a 14 anos de prisão por estuprar e abusar constante da sua própria enteada, menor de idade.

Jovelso foi preso pela Polícia Nacional em setembro de 2012, após denúncia feita por uma vizinha que o flagrou abusando sexualmente da enteada, que na época tinha 11 anos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O abuso foi constante, porém a vítima ficou quieta, porque aparentemente estava apaixonada pelo padrasto.

Segundo relatos, o brasileiro teve a cumplicidade da própria mãe da garota, com quem teve outros três filhos.

O casal dividia a mesma cama com a jovem, enquanto os demais filhos dormiam em outro quarto.

Numa ocasião, uma vizinha flagrou a garota fazendo sexo oral no padrasto. Horrorizada a mulher imediatamente denunciou aquela situação ao Ministério Público.

A jovem, atualmente com quase 15 anos de idade, vive com outro homem.

Jovelso Ramalho de Jesus 31 anos, foi condenado a 14 anos de prisão (foto: La Jornada)
Jovelso Ramalho de Jesus 31 anos, foi condenado a 14 anos de prisão (foto: La Jornada)

Portal Guaíra com informações de César Galeano Repórter/La Jornada