Sequestrado em 02 de abril de 2014, na região centro-norte do Paraguai, o adolescente de origem brasileira Arlan Fick, de 17 anos, foi libertado por seus captores na noite de quinta-feira (25). A informação foi confirmada por familiares que postaram, na rede social Facebook, imagens do reencontro.

Em declarações a emissoras de rádio e televisão da capital paraguaia, o ministro do Interior, Francisco de Vargas, confirmou que o jovem encontra-se em bom estado de saúde e aos cuidados de seus familiares.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Arlan Fick foi capturado no início do mês de abril, na zona rural de Azotey, departamento (estado) de Concepción, durante ataque do autointitulado grupo insurgente “Exército do Povo Paraguaio – EPP” à fazenda da família Fick.

Desde então, os pais do jovem efetuaram, em duas oportunidades, o pagamento de resgate em dinheiro e distribuição de alimentos, tal como exigido pelos sequestradores. A primeira prova de vida, entretanto, foi dada apenas no mês de outubro, com a divulgação de um vídeo no qual Arlan lia uma mensagem.

As investigações sobre o sequestro contaram com o apoio do setor de inteligência da Polícia Federal do Brasil. Um segundo refém continua em poder do EPP, sendo identificado como Edelio Morínigo, policial de nacionalidade paraguaia, cujo paradeiro segue desconhecido.

ARLAN-FLICK-COM-A-FAMILIA-NO-PARAGUAI-APOS-8-MESES

ARLAN-FLICK-COM-A-FAMILIA-NO-PARAGUAI-APOS-8-MESES-2

Portal Guaíra com informações da CBN/Foz