Fila de veículos deixando o Paraguai no início da noite (foto: Rosendo Duarte/ABC Color)
ad

Os supostos Sem Teto liberaram na tarde desta quinta-feira (3), o acesso à fronteira entre Salto del Guairá e Mundo Novo, depois de quase 06 horas de manifestação. A medida foi tomada após a liberação do líder do movimento que havia sido detido


[dropcap color=”#dd3333″]O[/dropcap] bloqueio da fronteira interposto por um grupo denominado “Sem Teto”, que teve início por volta das 11h, terminou próximo às 18h, após o suposto líder dirigente campesino, Pedro “Bebeto” Alfonzo ser libertado.

Ele foi preso pela Policia na manhã desta quinta-feira, em uma propriedade invadida pelos Sem Tetos, quando uma Juiza chegou ao local para realizar diligências relacionadas a uma proteção judicial. Diante da postura ameaçadora do Líder, ele acabou sendo detido.

Leia Também:
Paraguai – Grupo “Sem Teto” fecha a fronteira e enfrenta policia em Salto del Guairá

O fato provocou a reação dos invasores que abandonaram o local invadido e seguiram até a fronteira, onde fecharam o acesso do Brasil (Mundo Novo) ao Paraguai (Salto del Guairá).

A Policia tentou dispersar os manifestantes, mas foi recebida com pedradas e pauladas, fazendo com que os ‘homens da lei’ recuassem.

Posteriormente o Prefeito de Salto, Carlos Cesar Haitler, juntamente com seus advogados, conversou com o Procurador Almada, e este finalmente ordenou que “Bebeto” fosse libertado, encerrando no mesmo instante o bloqueio aos dois países.

O suposto Líder Campesino não chegou a ser acusado pelos Policiais antes de ser libertado. O fato foi descrito como uma submissão à coerção e violência dos supostos Sem Teto, contra os Policiais que ficaram feridos após serem apedrejados pelos manifestantes.

Portal Guaíra com informações do ABC Color


CLINICA SALUTAR