Em uma semana foram registrados 21 novos casos de policiais penais (antigos agentes penitenciários) com Covid-19 no Paraná, passando para 80 o número total de confirmados. Ainda sem testagem em massa, o número vem preocupando os servidores que temem a disseminação da doença, já que o governo do estado não apresentou uma política que garanta a saúde dos trabalhadores.

Estes números foram divulgados pelo Mapa de Monitoramento da Prevenção ao coronavírus nas unidades penais do Paraná criado pelo Sindicato dos Policiais Penais do Paraná (SINDARSPEN). Diante da falta de monitoramento em tempo real dos casos de policiais penais e presos confirmados com a COVID19 e a não divulgação dos números pela Secretaria do Estado de Segurança Pública (SESP PR), o sindicato lançou o mapa no dia 08/07.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na primeira sondagem, foram contabilizados 236 presos confirmados com a Covid19, passando em uma semana para 244 casos, com um primeiro óbito. O deputado Nelson Meurer, preso na Penitenciária de Francisco Beltrão, contraiu COVID19 na unidade penal, foi internado e morreu no domingo, 11/07.

Já entre os servidores, na primeira sondagem eram 59 e nesta quarta-feira (15/07) já são 80 servidores confirmados com a COVID19. Entre as unidades penais com o maior número de confirmados, destacam-se a Casa de Custódia de Maringá com 27, a Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP) com 15 e a Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão (PEFB) com 10.

Portal Guaíra via Assessoria