Ao longo dos últimos quatro dias, policiais militares do BPFron – Batalhão de Polícia de Fronteira prestaram apoio a Polícia Federal e ao GOA/PCPR, e realizaram a destruição de 15 portos clandestinos localizados às margens do Lago de Itaipu, num perímetro de aproximadamente 100 quilômetros de Fronteira entre os municípios lindeiros de Guaíra e Santa Helena.

Esta foi a terceira etapa para retomada destes portos clandestinos, sendo que a primeira delas ocorreu em novembro de 2020, e a segunda em março de 2021.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O trabalho contemplou o levantamento georreferenciado e a destruição de áreas utilizadas por criminosos, na promoção de tráfico de drogas e armas, bem como contrabando e descaminho. Considerando que esses portos clandestinos são feitos na mata ciliar do Lago de Itaipu, em área de proteção ambiental, os proprietários das áreas foram mapeados e identificados. Medidas afins à legislação ambiental poderão ser tomadas contra aqueles que permitirem a ocorrência de crimes em sua propriedade.

Fazem parte do Programa V.I.G.I.A. e desta operação interagências equipes do BPFRON e BOPE da PMPR, Polícia Federal, TIGRE, COPE e GOA da PCPR, BOPE/PMMS, RECEITA FEDERAL, FNSP e EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

As ações integradas dos órgãos de segurança pública, federais e estaduais ocorrem pelo amparo legal do PPIF – Programa de Proteção Integrada de Fronteiras que busca integrar e articular ações de segurança pública da União, de inteligência, de controle aduaneiro e das Forças Armadas com as ações dos estados e municípios situados na faixa de fronteira, incluídas suas águas interiores e costa marítima.

Portal Guaíra via Assessoria