ad

Operação Ajubá, da Polícia Federal, desbaratou uma organização criminosa voltada ao tráfico internacional de drogas. Foram expedidos e cumpridos três mandados de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão nas residências dos investigados.

Durante os seis meses de investigação do Núcleo de Operações, os policiais apreenderam cerca de 4,2 toneladas de maconha, 136 kg de cocaína e 336 frascos de lança perfume. Além disso, foram apreendidos 18 veículos e presas 10 pessoas em flagrante delito, sendo duas mulheres e oito homens. Com os mandados de prisão totalizaram 13 presos, todos de nacionalidade brasileira.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A quadrilha atuava na região da fronteira, tendo como base as cidades de Ciudad Del Leste, Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu. O grupo introduzia a droga em fundos falsos e dentro de pneus de caminhões que deixavam o Paraguai por meio da Ponte da Amizade transportando também cargas lícitas, muitas vezes utilizando-se de placas frias. A droga era remetida a várias localidades do país, principalmente à região Sul e ao estado de São Paulo.

A Operação recebeu o nome Ajubá, amarelo em Tupi-Guarani, em alusão ao apelido do chefe da organização, que era brasiguaio.