Após duas semanas, foi apresentado nesta segunda-feira (3) o balanço da Operação Ágata na faixa de fronteira dos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os resultados, segundo o Exército, “são significativos”. Durante o período, foram apreendidos 855 Kg de explosivos, 9.864 metros de cordel detonante de explosivos, e 55 armas.

Também foram apreendidos em duas semanas 376,35 m? de material de contrabando e descaminho, mais de nove toneladas de maconha, 381 Kg de drogas (cocaína, crack e haxixe), 58.682 pacotes de cigarro, U$ 270 mil em espécie, R$ 9 mil em espécie, 231 Kg de agrotóxicos e 80 toneladas de pescado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

romero-juca-operacao-agata-7

O Exército ainda informou que foram revistadas nos três estados mais de 1,9 mil pessoas e 20 foram detidas. Foram vistoriadas e/ou notificadas 796 embarcações e inspecionados 171.092 veículos/motos, sendo 150 desses apreendidos.

A mobilização das tropas das Forças Armadas ocorre em toda a extensão das fronteiras terrestres brasileiras. Na Área de Operações Sul, o Comando Militar do Sul tem o apoio do Comando do 5º Distrito Naval, do 5º Comando Aéreo Regional e de integrantes do Ministério da Defesa. A operação conta com o auxílio de cerca de 600 agentes dos órgãos de Segurança Pública, federais e estaduais, da Receita Federal e de agências governamentais, como o Ibama e a ABIN, entre outros.

Na fronteira da Região Sul, com aproximadamente 2,4 mil km, desde Guaíra-PR até o Chuí-RS, as Forças Armadas empregam 12 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.

A-29-foto-FAB

Atendimentos médicos
Com o apoio do Ministério da Saúde e de algumas prefeituras municipais, os militares e agentes desenvolveram ações de atendimento médico, odontológico e outras atividades beneficentes à população carente.

Em duas semanas foram realizados 10.240 atendimentos médicos, 3.875 atendimentos odontológicos, 24.393 procedimentos na área de prevenção da saúde, 1.232 atendimentos veterinários, 62 manutenções e reparos de estradas, 290 manutenções e reparos de instalações públicas e 1.252 emissões de documentos. Foram distribuídos 23.654 medicamentos e realizadas atividades de lazer e cultura para mais de 50 mil pessoas da área de operações.

Fonte: G1