ad
imagem ilustrativa
imagem ilustrativa

Um casal da cidade de Paekakariki, na Nova Zelândia, morreu em um pacto de suicídio após um deles ter sido diagnosticado com um câncer terminal. O caso aconteceu em março de 2012, mas apenas foi divulgado para a imprensa do país nesta segunda-feira, segundo o New Zealand Herald.

Adrian Webster, de 71 anos, e a mulher, Marei Webster, 76, tiraram a própria vida, de maneira não oficializada pelos investigadores do incidente, após Adrian descobrir que tinha poucos meses de vida em virtude um câncer no estômago.

“A família de Marei ouviu comentários preocupantes em relação ao estado de saúde deteriorante de Adrian. Ela dizia que não conseguiria viver sem ele”, disse o coronel Garry Evans, responsável pela investigação.

“Todas as evidências mostram que eles eram um casal sempre unido. Ele não mostrava raiva ou angústia (com a doença), nem mostrava intenção de se matar, segundo a comunidade”, completou o coronel.

Fonte: Terra

ad