ad

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou a avó e o bisavó do menino de 1 ano e 7 meses encontrado morto em uma casa em Porecatu, no norte do Paraná, na sexta-feira (31). Os dois foram denunciados pelo crime de homicídio qualificado, por uso de meio cruel.

A mãe da criança, uma adolescente de 17 anos, não foi incluída na denúncia.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

De acordo com a Polícia Civil, o bebê Wyllan Rodrigues foi encontrado morto no berço onde dormia na tarde do dia 17 de maio. A avó Michele Rodrigues, de 39 anos, foi presa em flagrante um dia depois por não ter prestado a devida assistência, com comida e remédios, ao menino. Ela segue presa nesta sexta-feira (31).

No dia 24 de maio, a polícia indiciou a mãe, a avó e o bisavô por envolvimento no crime.

Conforme a denúncia, a avó mantinha o neto sem os cuidados básicos necessários e, dessa forma, assumiu o risco de provocar a morte da criança. O bisavô foi denunciado porque não fez nada para mudar a situação, embora, segundo o (MP-PR), pudesse ter agido para evitar a morte do bisneto.

O MP-PR ainda está avaliando se apresenta uma representação contra a jovem, mãe do bebê. À polícia, ela disse que no dia que o filho morreu estava em outro estado e deixou o menino sob os cuidados da avó.

Portal Guaíra com informações do G1 PR