Humberto Carlos Ramos Amaducci, prefeito de Mundo Novo-MS
Humberto Carlos Ramos Amaducci, prefeito de Mundo Novo-MS

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul ajuizou ação de improbidade administrativa contra o Prefeito de Mundo Novo Humberto Carlos Ramos Amaducci em função da nomeação de seu cunhado Natanael Nunes Machado para o cargo de Assessor Especial de Gabinete do município.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

No entendimento do Promotor de Justiça Eduardo Fonticielha De Rose, tal conduta viola os princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade da administração pública.

A defesa alegou que é indispensável aferir, no caso concreto, se a nomeação revela mera concessão de vantagem indevida, favorecimento ilegítimo, sendo, por isso, contrária à Constituição da República.

Ressaltou também que Natanael Nunes Machado ocupa a muitos anos cargo efetivo na administração municipal mediante aprovação em concurso público, cargo de motorista.

O Juiz de Direito de Mundo Novo Eduardo Floriano Almeida deferiu o pedido liminar do Ministério Público Estadual para suspender a nomeação de Natanael Nunes Machado como Assessor Especial de Gabinete da Prefeitura.

Fonte: Ministério Público do Mato Grosso do Sul