Uma campanha mobiliza as redes sociais para arrecadar R$ 15 mil para remover uma tatuagem feita na testa de um adolescente de 17 anos. 

Ele foi marcado com a inscrição: “eu sou ladrão e vacilão”. 

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O jovem, que estava desaparecido desde o dia 31 de maio, foi encontrado por amigos no fim da tarde de sábado (10), caminhando pela Estrada dos Casa, em São Bernardo do Campo, interior de São Paulo.

A campanha teve início nesse sábado e, em um dia, já arrecadou quase R$ 11,5 mil.

Depois de encontrado, o adolescente prestou depoimento no 3º Distrito Policial da cidade e já voltou para a casa da família.

Ronildo Moreira de Araujo, de 29 anos, e Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27, responsáveis por tatuar a frase, acusaram o garoto de roubar uma bicicleta de um homem sem perna. 

O jovem negou ter cometido qualquer furto. 

A dupla foi detida na madrugada de sábado, em São Bernardo do Campo.

O tatuador, Maycon Wesley, e seu amigo, filmaram o momento da tortura. O vídeo foi divulgado nas redes sociais.

As informações são do Extra