Uma vovó de 84 anos passa 8 horas por dia costurando máscaras para profissionais de saúde de hospitais, em meio a pandemia de coronavírus, na Espanha. Aqui no Brasil uma senhora de 87 anos está fazendo o mesmo desde a semana passada.

A espanhola Margarita Gil Baro, de Cádiz, consegue costurar 50 máscaras diariamente usando sua máquina de costura em casa.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ela faz isso voluntariamente, mostrando um dos muitos atos de bondade que as pessoas em todo o mundo estão fazendo para ajudar.

Numa foto compartilhada por Margarita no Facebook , ela parece focada e paciente enquanto costura com cuidado.

À sua esquerda, há uma pilha de máscaras faciais que ela já fez.

Ela começa seu trabalho todos os dias pontualmente às 10h30.

O filho contou que ouviu da mãe: “Eu não posso ficar olhando enquanto isso (crise) acontece. Há cada vez mais pessoas que adoecem e outras que morrem. Eu vou fazer máscaras.”

Margarita disse que teve a ideia enquanto assistia na TV como os médicos tinham falta de máscaras faciais – e pensou que, em casa, com tempo livre, poderia ajudar.

Brasileira
Aqui no Brasil uma idosa ainda mais velha, de 87 anos, faz a mesma coisa no Maranhão. Só que as máscaras que ela costura em casa são doadas para vizinhos que também estão no grupo de risco da doença – entre eles idosos, hipertensos e diabéticos.

Dona Bernarda Costa é de Santa Quitéria, município a 350 km da capital São Luís.

Ela conta que se sensibilizou com a falta de máscaras no mercado e resolveu dedicar o talento que tem na costura para ajudar a combater o vírus.

A maranhense confecciona as máscaras costurando em TNT e depois coloca os elásticos.

Cuidado
É importante ressaltar que as máscaras de profissionais da saúde precisam ser esterilizadas e ter um filtro, mesmo aquelas que são fabricas em TNT.

O médico infectologista Francisco Ivanildo Oliveira Júnior alerta que as máscaras caseiras podem não ser tão eficazes para prevenção ao coronavírus.

“Sobre máscaras improvisadas, e temos visto muitos tutoriais delas na internet, elas não funcionam. Quando a pessoa começa a respirar dentro daquela máscara, ou principalmente falar, ela vai ficar úmida rapidamente e vai perder a eficácia. Nem papel, tecido ou qualquer outra forma improvisada”, disse em entrevista ao Bem Estar.

Portal Guaíra com informações do G1