(Foto: Reprodução/BBC)

Uma mãe foi forçada a jogar seu bebê de um prédio em chamas em Durban, na África do Sul.

Tanto a mãe quanto a criança foram resgatadas e reunidas. Vizinhos e pessoas que passavam pela região também ajudaram no resgate de outras pessoas presas no edifício.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O incêndio teria sido causado por saqueadores em meio à onda de protestos e violência que tomou o país desde a prisão do ex-presidente Jacob Zuma, na semana passada.

Zuma foi condenado a 15 meses de prisão por se recusar a depor em um processo em que é acusado de corrupção. Ele nega ter cometido crimes.

Dezenas de pessoas já morreram em meio à violência, e centenas foram presas.

O presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, pediu calma.

“O caminho da violência, dos saques e da anarquia leva apenas a mais violência e devastação, bem como sofrimento”, afirmou ele, em pronunciamento na TV.

A violência também afetou a imunização contra a Covid-19 – postos de vacinação tiveram de ser fechados por segurança.

Portal Guaíra com informações da BBC