(Foto: Reprodução/TVK6)
ad

[dropcap color=”#81d742″]U[/dropcap]m russo de 35 anos foi condenado a 12 anos de prisão e a tratamento psiquiátrico por ter assassinado sua namorada com 129 facadas e comido seus órgãos depois de uma discussão, em março deste ano.

De acordo com o Daily Mail, Alexey Yastrebov atacou Ekaterina Nikiforova, de 27 anos, a facadas, extraiu seu coração, um pulmão e os cozinhou em um fogão no apartamento onde eles moravam, na Sibéria. Ele comeu os órgãos junto com uma taça de vinho tinto e depois pediu que a proprietária da casa chamasse a polícia.

Julgamento
No julgamento realizado na última segunda-feira (15), Yastrebov disse estar “convicto” da decisão de matar sua namorada. Afirmou, ainda, que usou uma faca de cozinha para cortar o pescoço da vítima e que ligou para uma amiga admitindo o crime.

No momento em que os oficiais e paramédicos chegaram no apartamento, ele teria dito que “um coração estava cozinhando no forno”.

“Eu clamo por perdão, mesmo que não haja perdão para ser dado”, disse Alexey na corte, momentos antes da sentença ser proferida pelo juíz. A mãe de Ekaterina estava presente no julgamento e, segundo o Daily Mail, disse que esperava que a pena fosse perpétua.

Portal Guaíra com informações do Meio Norte


CLINICA SALUTAR