Foto: Reprodução/ Omar Haj Kadour/ AFP
ad

[dropcap color=”#1e73be”]P[/dropcap]elo menos 39 pessoas, incluindo 12 crianças, morreram e centenas ficaram feridas no domingo (12) em consequência da explosão de um depósito de armas no norte da Síria, informou o Observatório Sírio para Direitos Humanos (OSDH).

A explosão ocorreu na aldeia de Sarmada, na província de Idlib, no noroeste do país, perto da fronteira com a Turquia. O depósito estava na base de um prédio.

Segundo os primeiros socorristas, a explosão fez dois edifícios desabarem, enterrando muitas das vítimas. Ainda não se sabe o que causou o episódio.

De acordo com o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman, o local pertencia a um traficante de armas que trabalhava para o grupo extremista Hayat Tahrir Al-Sham (HTS), formado pelo ex-braço sírio da Al-Qaeda.

Reconquistar a província de Idlib é um dos objetivos de Bashar al-Assad, já que é a região é uma das últimas da Síria que não estão sob o controle de seu governo.

Portal Guaíra com informações do Portal Terra


CLINICA SALUTAR