(foto: Stringer/Reuters)

Pelo menos 28 pessoas morreram e outras 60 ficaram feridas em uma explosão ocorrida na quarta-feira em Ancara, capital da Turquia, durante a passagem de um comboio de veículos militares. O governador de Ancara, Mehmet Kiliçlar, afirmou que parece tratar-se de um ataque com um carro-bomba, segundo informou a emissora CNN Türk.

Ainda de acordo com a CNN, a explosão atingiu três ônibus com militares que estavam sendo transportados para um quartel. As primeiras imagens de televisão feitas no local, no bairro de Çankaya, onde ficam várias instalações militares, mostram os veículos em chamas. A polícia e dezenas de ambulâncias se aproximaram do local do ataque, onde os agentes de segurança impediam a passagem da imprensa.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------
 

A área atingida se encontra a poucos quilômetros dos comandos centrais da Marinha, da Força Aérea, do Estado-Maior do Exército e do Parlamento da Turquia. Os ataques com explosivos contra comboios militares são uma das táticas frequentes do ilegal Partido de Trabalhadores de Curdistão (PKK), a guerrilha curda. No entanto, esta guerrilha costuma atuar no sul e sudeste da Turquia e seria a primeira vez que lança um ataque deste calibre no coração da capital turca.

(foto: Stringer/Reuters)
(foto: Stringer/Reuters)

Portal Guaíra com informações da Veja