ad

[dropcap color=”#dd9933″]D[/dropcap]epois de fazer campanha contra vacinações na internet e na TV, Bray Payton, uma jovem apresentadora americana, morreu vítima de gripe H1N1 agravada por um quadro de meningite no último dia 28 nos Estados Unidos.

Bray Payton tinha 26 anos, era editora da revista digital “The Federalist”, que confirmou a morte da jovem também conhecida pelas críticas a classe política.

Em 2011, em uma publicação no Twitter, ela chegou a descrever a vacinação como “o demônio.”

A jovem morreu de duas doenças que existe vacinação, inclusive no Brasil. O número baixo de imunização através de vacinas no país, preocupa as autoridades brasileiras.

Portal Guaíra com informações da Catve


CLINICA SALUTAR