Um crime bárbaro chocou policiais de plantão neste domingo (10) de feriado de Carnaval. Uma mulher foi encontrada morta por volta das 11h com a cabeça esfacelada, seio direito decepado e completamente nua em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba. A vítima ainda está sem identificação e há indícios de violência sexual. Uma denúncia anônima é a única pista da Polícia Civil, que passa a investigar o caso.

O corpo da mulher está em uma carreiro de difícil acesso, próximo a rua Pedro Jorge Kotowiski, conhecida como Estrada do Juriqui, no bairro São Miguel. Ela está deitada, tem aproximadamente 25 anos e a única vestimenta é uma calcinha que ficou enroscada no tornozelo direito. Há ferimentos profundos no peito da vítima e o seio direito foi praticamente amputado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------
A vítima ainda está sem identificação e há indícios de violência sexual
A vítima ainda está sem identificação e há indícios de violência sexual

A Polícia Militar (PM) recebeu uma denúncia anônima de um homem informando sobre o corpo. No entanto, ao checar que o local é de difícil acesso e que nenhum pedestre – principalmente por causa da chuva – teria visto o corpo, policiais acreditam que este homem que entrou em contato com a polícia tenha envolvimento no crime.

A ligação já foi rastreada e a polícia descobriu que o homem utilizou um telefone público na divisa entre Almirante Tamandaré e Curitiba. Agora, médicos legistas trabalham na identificação do corpo da mulher no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba para dar início às investigações que serão feitas pela Delegacia do município.

Fonte e Foto: Bruno Henrique/Banda B