Um coronel da Polícia Militar, de 50 anos, foi preso na madrugada desta quarta-feira (1), em Várzea Grande, Mato Grosso. Ele estava em um encontro com uma travesti e se recusou a pagar o valor acordado pelo programa e a conta do estabelecimento. Irritado, o militar também ameaçou uma das recepcionistas que, acionou a Polícia Militar.

Segundo o RDNews, o militar estava bastante agressivo e quebrando todo o quarto. Uma das funcionárias relatou ainda que o coronel a ameaçou e falou que daria um tiro nela.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A travesti que o acompanhava no quarto foi embora após a briga e não foi identificada.

O coronel não obedeceu às ordens da PM na abordagem e precisou ser contido com técnicas de imobilização e uso moderado de força, sendo algemado em seguida.

Em buscas no carro dele, a PM encontrou uma espingarda calibre .28 e 4 munições do mesmo calibre que, segundo o próprio coronel, não tinham registro. Já dentro da suíte, a televisão, a porta e o telefone estavam danificados.

O carro do suspeito foi levado para o pátio do 4º Batalhão, que estava com sinais visíveis de embriaguez e segue preso na Central de Flagrantes.

Portal Guaíra com informações da Ric Mais