ad

Em dois meses, a Receita Federal apreendeu mais de 4,6 milhões em mercadorias contrabandeadas e 3,5 toneladas e maconha em Mato Grosso do Sul, segundo balanço consolidado das quatro fases da Operação Muro Alto, desencadeada no sul do Estado.

De acordo com a Receita Federal, A operação tem como objetivo combater contrabando, descaminho e outros crimes na fronteira com o Paraguai. A fiscalização é feita por meio de rondas, patrulhas e barreiras fixas e móveis.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Conforme balanço, até a última sexta-feira (8), foram fiscalizados 9.618 veículos, sendo que os veículos ilegais ou transportadores de mercadorias contrabandeadas retidos, somam mais de R$ 1,9 milhão.

Entre as apreensões, roupas e eletrônicos contrabandeados ou falsificados totalizam quase R$ 4,6 milhões.

Além disso, também foram apreendidas duas armas, 150 munições, 3,5 toneladas de maconha, avaliadas em quase R$ 5 milhões, 3,5 quilos de haxixe e 110 quilos de cocaína, avaliada em R$ 5,5 milhões. Foram presas 27 pessoas.

Durante os 60 dias de operação, Receita Federal também atuou em conjunto com as Forças Armadas na Operação Ágata 11 e prestou apoio aéreo em fiscalização de área de vegetação.

Portal Guaíra com informações do Correio do Estado