ad

LEIA-MAIS3Uma mãe procurou a Delegacia de Polícia Civil de Iguatemi/MS no último domingo (03), para registrar um boletim de ocorrências, denunciando uma professora que atua na Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino daquela cidade, por ter colado uma fita adesiva na boca de um estudante.

Segundo a ocorrência policial, o fato teria ocorrido no dia 31 de março de 2016, contra um menino de 5 anos de idade, que apresenta necessidades educacionais especiais, a qual costuma falar bastante em sala de aula.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

A professora, que foi contratada pela Secretaria de Educação do município, durante a aula, para conter a agitação da criança, teria colado uma fita adesiva na boca do garotinho.

Após ser informada pela mãe de um colega de classe da vítima sobre o ocorrido, a mãe do estudante dirigiu-se até a escola para esclarecimentos, e que ao conversar com outra professora, a mesma relatou que ao chegar na sala, encontrou o menino chorando.

Ainda segundo o relato da mãe, juntamente com a diretora conversaram com a professora. Ela disse que somente ameaçou colar a fita, mas não efetivou o ato. Duas crianças confirmaram o fato na presença da professora, mas quando ficaram somente com a diretora eles revelaram a versão anterior.

Segundo a reportagem do Portal Itudo, na manhã de segunda-feira (04), a Secretaria de Educação do município de Iguatemi, disponibilizou um professor de apoio para o estudante.

A Polícia Civil investiga o caso.

Portal Guaíra com informações do Portal Itudo