Uma mulher, de 42 anos, foi morta a facadas pelo marido na madrugada de domingo (13), no bairro Jardim Centro-Oeste, em Campo Grande. No local, a polícia encontrou a vítima quase degolada e seminua. O suspeito confessou o crime e o caso segue em investigação.

Segundo a polícia, nenhum vizinho ouviu nada de estranho, pois os quatro cachorros do casal latem bastante costumeiramente e, por esse motivo, qualquer grito ou barulho supostamente teria sido abafado.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Na residência do casal, a vítima foi encontrada com a blusa levantada na altura dos seios, seus shorts abaixados até o tornozelo e sem roupas íntimas. O corpo foi levado pela perícia médica para exame de sexologia forense, que identifica se houve estupro.

Ainda conforme a polícia, momentos após ter matado a esposa a facadas, o suspeito confessou o crime. Durante o interrogatório, ele se recusou a narrar a dinâmica dos fatos, porém confirmou que a faca apreendida no local foi utilizada para matar a vítima.

Ele afirmou ainda que os dois haviam ingerido bebida alcóolica horas antes e que tudo ocorreu após uma discussão sobre traição da parte da vítima, que ficava “provocando”. Para a polícia, o suspeito não quis falar o motivo da vítima estar seminua.

O homem foi preso em flagrante e indiciado pelo crime de feminicídio, praticado no contexto de violência doméstica. Ele segue preso preventivamente até a audiência de custódia e o caso sendo investigado.

Portal Guaíra com informações do G1q