‘Jennifer está choque, ela amava tanto o Tiago’, relatou a mãe da mochileira Jennifer Santos, de 19 anos, sobre o estado da jovem ao descobrir sobre a morte do namorado após o acidente que sofreram na terça-feira (16). Os dois estavam no fim de uma viagem de motocicleta por todos os estados do Brasil.

Angélica Santos Pereira, de 49 anos, disse ao g1 que não pôde mais adiar a notícia sobre a morte de Tiago Escarcell Boher, 32 anos na última sexta-feira.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

“Minha filha ficou desesperada, chorou, chorou e eu também, tudo isso é inacreditável. Jennifer está em estado de choque, ela amava tanto o Tiago. Conversei com ela e falei toda a verdade, expliquei que não pude contar antes porque ela estava muito frágil em uma UTI”, relatou.

Acompanhada de enfermeiras e psicólogos, Angélica falou sobre a morte de Tiago, ainda sem acreditar em tudo que ocorreu nos últimos dias. O casal de mochileiros estava junto havia pouco mais de um ano e compartilhava a paixão por motos, viagens e aventuras.

Após oito meses e 13 dias nas estradas, Tiago e Jennifer estavam concluindo o mochilão pelo Brasil em Mato Grosso do Sul. Angélica destacou que, mesmo com todas as dificuldades e incertezas, está aliviada de não esconder mais nada de Jennifer. Ela diz que agora a filha precisa ser forte e concentrar energias em sua recuperação.

“O Tiago sempre falava para Jennifer ser forte, superar os desafios e vencer. É disso que precisamos, quero que ela se recupere e melhore. O dia de ontem foi muito pesado, mas estou em paz porque não estou escondendo nada da Jennifer” disse.

Angélica contou a Jennifer que o corpo de Tiago foi recebido sob forte comoção dos moradores, amigos e familiares em Pelotas (RS) e disse estar ansiosa para o momento de poder retornar para casa com a filha e virar esse capítulo de sua vida.

“Contei que fizeram homenagem em Pelotas quando chegou o corpo. É muito triste, mas Deus está no comando e o Tiago vai continuar cuidando da minha filha, ela precisa ser forte”, disse.

Horas antes de acidente, mochileiros comemoraram final de viagem com fogos

Jennifer se recupera em hospital
Após sete dias no Centro de Terapia Intensivo (CTI), Jennifer teve alta e está em um quarto da Santa Casa de Campo Grande (MS).

Angélica disse que Jennifer não tem previsão de alta e ainda deverá passar por novos procedimentos cirúrgicos devido à gravidade do caso.

A jovem sofreu múltiplas fraturas pelo corpo e está em observação clínica, consciente, orientada e estável, de acordo com o último boletim médico divulgado pela Santa Casa de Campo Grande.

Jennifer fez cirurgias, amputou dois dedos e uma parte do pé, colocou pinos na perna e bacia.

Como foi o acidente
Segundo o boletim de ocorrência, um motociclista de 63 anos, que estava em uma motocicleta de luxo, tentou ultrapassar um caminhão em local proibido e bateu de frente na moto do casal de mochileiros. Com a batida, Thiago e Jennifer foram arremessados para a margem da rodovia. Já o motociclista que causou o acidente foi atingido por uma carreta e morreu no local.

Na manhã de terça, poucas horas antes do acidente, o casal publicou um vídeo no Facebook para comemorar os destinos já percorridos em pouco mais de oito meses de viagem. Na gravação, muito emocionados, eles soltaram fogos de artifício e comemoraram o fato de terem chegado ao estado.

“Concluímos os 27 estados [sic] , acabamos de chegar em Mato Grosso do Sul, demos a volta no Brasil! Acabamos de chegar e estamos cansados. Ontem dormimos só três horas, tá sendo uma história que está marcada. Nem sei o que dizer, bora viver!”, disse Tiago.

Portal Guaíra com informações do G1