Em duas ações distintas, dois homens, um de 36 e o outro de 31 anos, foram presos no fim de semana pela Polícia Militar (PM) de Mundo Novo/MS, devido ao porte ilegal de arma.

A primeira prisão aconteceu por volta das 22h de sábado (6), quando uma pessoa informou que no Terminal Rodoviário da cidade, estava havendo uma troca de tiros entre dois indivíduos.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Quando lá chegaram, os militares efetuaram revista pessoal em um vigia que atua no local. Em sua cintura foi localizado um revólver calibre .38, com capacidade para seis tiros, que estava municiado com cinco projéteis intactos. Ele disse que um homem, já identificado, e com passagens policiais devido ao porte ilegal de arma, havia por motivos fúteis, iniciado uma discussão com outra pessoa, sendo que ele (vigia), interviu, dizendo que não era para haver briga no local. Nesse momento, o cidadão sacou de um revólver e efetuou três disparos em sua direção, que não o acertaram. O vigia negou ter dado tiros e foi levado para à Delegacia de Polícia.

Já por volta da uma hora da madrugada de domingo (7), um homem de 31 anos de idade, foi preso após ameaçar de morte eu irmão de 35 anos e demais familiares, com uma espingarda calibre 32.

Eles haviam iniciado uma discussão por problemas relacionados a documentos de uma motocicleta. O suspeito esteve na casa de seu irmão, localizada no Bairro Copagril e com a espingarda na mão, ameaçou a todos os presentes de morte. Quando percebeu que a PM havia sido acionada, ele empreendeu fuga rumo à sua residência, que fica no Bairro São Jorge.

Os militares estiveram em sua casa, onde a espingarda foi localizada. A arma e seu proprietário foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Mundo Novo.

PM prende suspeito de estupro de vulnerável

Ainda no final de semana, um senhor de 67 anos de idade, foi preso por uma equipe do Terceiro Pelotão, devido à prática de estupro de vulnerável.

Uma pessoa não identificada denunciou que o indivíduo, que possui um estabelecimento comercial  no Bairro Copagril estava naquele momento, mantendo relações sexuais com uma menina de oito ou nove anos, em um cômodo anexo ao seu comércio.

Quando chegaram ao local, os militares se depararam com o acusado arrumando a cinta da bermuda que trajava. Ele pediu aos policiais que não adentrassem o cômodo, porém, os PMs não acataram sua solicitação e localizaram uma garota de onze anos, próximo à parede.

E criança relatou que passava pela rua, quando o idoso a chamou e lhe conduziu até o quarto, onde estavam um colchão e alguns cobertores. Em seguida, ele a teria beijado e lhe prometido dinheiro. Ela tentou por três vezes, deixar o local, mas foi impedida pelo suspeito.

Ele foi levado para a Delegacia de Polícia, onde foi lavrado o flagrante por estupro de vulnerável, permanecendo detido na cadeia pública local. O Conselho Tutelar encaminhou a vítima aos cuidados de seus familiares.

??????????

Portal Guaíra com informações da PM/Mundo Novo