Um casal foi morto com cerca de 100 tiros de fuzil no domingo (13), em Ponta Porã, no sul de Mato Grosso do Sul, fronteira do Brasil com o Paraguai. Segundo a polícia, as vítimas estavam dentro de um carro quando foram abordadas pelos atiradores.

Conforme a ocorrência, Wellington Bruno Alves, de 27 anos, e Daiane Dias Constanci, de 26, morreram no local antes mesmo do socorro chegar. Segundo relato de testemunhas à polícia, os dois estavam em um famoso cassino da região antes de serem executados.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Ponta Porã faz fronteira seca com o Paraguai, tendo apenas uma avenida que a separa da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero. A região é conhecida como área de disputa de facções criminosas pelo controle do tráfico de drogas.

Ainda de acordo com a polícia, no interior do veículo foi encontrado um valor de aproximadamente R$ 10 mil em dinheiro. Equipes da Polícia Militar e de peritos estiveram no local e isolaram a área.

O carro que ficou com várias marcas de tiros foi levado para a Depol. A Polícia Civil, com o apoio da Policia Nacional do Paraguai, investiga o caso. Ainda não há informações sobre os atiradores e nem a motivação do crime.

O caso foi registrado como homicídio simples na Primeira Delegacia de Policia Civil de Ponta Porã.

Portal Guaíra com informações do G1