Apontada como mandante da morte do pai, o fazendeiro Paulo Sérgio de Freitas Miranda, 57 anos, a advogada de 29 anos, entrou com pedido de prisão domiciliar na terça-feira (23).

Ela e o marido estão presos preventivamente.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O crime ocorreu em Naviraí, a 359 quilômetros de Campo Grande, no dia 23 de setembro.

No pedido dessa terça, a defesa alega que a acusada tem dois filhos menores de idade, que precisam dos pais. “(…) deve-se prestigiar o direito da criança em detrimento da cautela processual à disposição da persecução penal de modo que são aplicáveis os ditames do artigo 318, V, do Código de Processo Penal: a conversão da medida ultima ratio em prisão domiciliar com vistas a se garantir o cuidado de seus filhos menores (…) uma vez que o pai das infantes, igualmente, também se encontra tolhido de sua liberdade”.

O casal é morador em Guaíra. Ambos são apontados como mandantes do assassinado do fazendeiro. O alvo também era a esposa dele, que não foi atingida pelos disparos.

As informações são do Campo Grande News