Um menino indígena de aproximadamente 12 anos, teve a cabeça praticamente decepada do corpo, possivelmente a golpes de facão, na noite de quarta-feira (21), em Amambai.

O corpo do garoto foi encontrado por uma equipe da SESAI (Secretaria Especial da Saúde Indígena), em uma estrada vicinal que liga a cidade a Aldeia Amambai, em Amambai.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O corpo da criança estava no meio da estrada, nas proximidades de uma ponte, que separa a comunidade indígena de uma região de chácaras.

Próximo ao corpo, em uma valeta encoberta por capim colonião as margens da estrada, a equipe da SESAI acabou encontrando outro garoto.

O jovem, com idade aparente entre 12 e 15 anos, não aparentava nenhum ferimento ou sinal de sangue nas vestes, mas estava bastante “grogue”, segundo a equipe de saúde, possivelmente por uso de álcool ou drogas.

Informações repassadas por moradores da reserva indígena dão conta que por volta das 11h da manhã de quarta-feira, os dois garotos, o assassinado, que além de praticamente decapitado teve o rosto, mão e o corpo retalhados pelos golpes da arma branca, e o encontrado desacordado, teriam sido vistos descendo em direção a ponte, onde existe um riacho, possivelmente para tomar banho.

As suspeitas são que o assassino ou os assassinos tenham perseguido os jovens. Um acabou alcançado e morto e o outro conseguiu se esconder na valeta, em meio a escuridão, já que o assassinato teria ocorrido por volta das 20h.

A Polícia Civil de Amambai foi acionada e atua nas investigações do caso.

decapitado

Fonte: Fátima News