Uma operação realizada em conjunto pelas Polícias Civil e Militar terminou com a prisão da suspeita de envenenar cinco pessoas e um cachorro em Jaíba (MG). Todos eles começaram a passar mal após a ingestão de bombons.

De acordo com os levantamentos feitos pela polícia, duas das vítimas se casariam neste fim de semana. As três outras pessoas envenenadas são dois adultos e uma criança de dois anos. A mulher presa é ex-companheira do noivo.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

As cinco vítimas foram hospitalizadas na quinta-feira (23) e a prisão foi cumprida na sexta (24).

O nome da mulher não foi divulgado. O g1 não conseguiu localizar a defesa dela até a publicação desta reportagem. Se algum advogado se manifestar, esta matéria poderá ser atualizada.

Entrega dos chocolates
A polícia apurou que um taxista deixou uma encomenda, com bombons e taças, para a noiva. Achando que se tratava de um presente, as vítimas comeram os chocolates. O cachorro foi o primeiro a passar mal, ele caiu e começou a se debater.

Após entrevistas com as vítimas e os familiares delas, os policiais identificaram que a ex-companheira do noivo poderia ter enviado a encomenda, já que não aceitava o término de seu casamento e nem que o ex-marido se relacionasse com outra pessoa.

Prisão
De acordo com a polícia, além das diligências, foram colhidas ainda outras informações a partir de imagens de câmeras, fotos, material humano e das vísceras do cachorro. Ainda não foram divulgadas informações sobre a substância colocada nos bombons.

O delegado Marconi Vieira representou pela prisão preventiva da mulher, que foi encontrada em sua casa. Um mandado de busca também foi cumprido no local.

O caso continuam em investigação.

Portal Guaíra com informações do G1