Um deslizamento de pedras no Lago de Furnas, em Capitólio, no Centro-Oeste de Minas, atingiu três embarcações com turistas neste sábado (8).

O Corpo de Bombeiros da cidade de Piumhi, que atende a ocorrência, diz que há, pelo menos, 15 vítimas. Uma morte foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

Três pessoas estão internadas em estado grave na Santa Casa de Passos. Outros 6 turistas tiveram ferimentos leves e foram levados ao Pronto Socorro de São José da Barra.

Um vídeo que circula pela internet e cuja veracidade foi confirmada pelos Bombeiros mostra o momento em que um dos cânions atinge as lanchas.

Segundo o Corpo de Bombeiros informou ao g1, a princípio, uma “tromba d’água” junto a pedras fez com que elas deslizassem e caíssem de uma altura de mais de 5 metros, atingindo as lanchas.

O acidente ocorreu no condomínio Escarpas do Lago. A localidade fica perto do município de São Roque de Minas.

Guarnições de Passos e Piumhi foram deslocadas para a região para prestar atendimento às vítimas.

ATUALIZAÇÃO (18:00)

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou que foram confirmadas cinco mortes devido ao desabamento de uma grande rocha no cânion de Capitólio. Anteriormente, os Bombeiros haviam confirmado duas mortes. De acordo com os Bombeiros, 32 pessoas ficaram feridas, das quais nove estão hospitalizadas nas cidades de Passos, Piumhi e São José da Barra. Pelo menos três barcos foram atingidos, dos quais dois afundaram.

Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Edgard Estevo, há informações de que haveria 20 pessoas desaparecidas. Em coletiva à imprensa, ele explicou que as buscas vão continuar, mas os mergulhadores vão interromper seu trabalho durante a noite, por segurança.

Portal Guaíra com informações do G1