Por causa da formação de áreas de instabilidade, a chuva continua na região Sul do Brasil. Trata-se de uma chuva favorável para os produtores do Paraná, mas eles precisam ser rápidos porque deve chover muito e o excesso de chuva pode atrapalhar o plantio.

A tendência é de maiores volumes entre Santa Catarina e o PR. Na quinta-feira (30), há previsão de chuva em áreas do Sudeste e continua a chover na região Norte do país, em áreas do Nordeste, como do Maranhão ao Rio Grande do Norte, e faixa leste da região.

-------------- Notícia continua após a publicidade -------------

O que chama mais atenção é a previsão de chuva para a região Sul, com até 200 milímetros nos próximos sete dias. Além de ser uma chuva volumosa, ela vem com ventania, descargas elétricas e risco de granizo.

A umidade sem dúvida alguma vai aumentar. Nos próximos cinco dias também tem previsão de chuva no Sudeste, em torno de 30 milímetros, no Centro-oeste a chuva é menos intensa e mais isolada.

Em Tocantins e no Maranhão, também choverá algo em torno de 30 mm, assim como em áreas produtivas do Pará, onde a chuva é muito importante porque, embora não seja abrangente, traz umidade — o vazio sanitário nessas áreas termina quinta-feira.

Portal Guaíra com informações do Canal Rural